Um Floresta Encantada

Saí pra ver o luar,

Pensando no que iria encontrar,

Encontrei as mais lindas estrelas.

Procurei então uma floresta,

Só fui perceber no fim,

Que a floresta estava dentro de mim.

 

Olhando para todos os lados,

Percebi que estava tudo no fim,

O homem fazendo queimada,

Matando a floresta encantada.

 

Depois eu compus uma canção,

Que falava de paz e união,

Em cada palavra que escrevia,

Não sei se conseguia e se devia,

Dizer-te que dentro de mim

Havia uma floresta sem fim.

 

Nas asas do vento voei,

Nas águas do mar naveguei,

E quanto mais eu navegava,

Mais longe eu avistava,

Uma floresta encantada,

Sem queimadas e sem tristeza,

Era uma floresta de muita beleza.

Divina Maria Ferreira 7º ano “A”

Trindade - GO
Escola Estadual Professor Helon Gomide
III Concurso de Poesia (Projeto Cidadania Ambiental – PCA)


Real Time Analytics Traffic web 888.com Betsson Casino bonuses William hill bingo Web Analytics