14/10/2011 - Audiencia Publica - Aterro Sanitario

 

Ver Todas as FOTOS

 

 

 

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM PIMENTA BUENO PARA A IMPLANTAÇÃO DO NOVO ATERRO SANITÁRIO

POLO CACOAL

        Ocorreu no dia 14/10/2011, com início as 19hs na Câmara Municipal a audiência pública para a implantação do Novo Aterro Sanitário em Pimenta Bueno, com o título de ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL E PROJETO DA CENTRAL DE RESÍDUOS EM PIMENTA BUENO RONDÔNIA, o qual será instalado próximo o Posto da Polícia Rodoviária Federal, ou seja, entre Pimenta Bueno e o Distrito do Riozinho, tal procedimento vem ocorrendo em vários municípios, nesse caso foi intermediado pelo Consórcio Intermunicipal de Prefeitos que foi criado em 1987.

        O objetivo é discutir a destinação dos resíduos gerados em nossa região, aproximadamente cinqüenta pessoas estiveram presentes, dentre elas civis, professores e autoridades que discutiram os pontos mais polêmicos desse tipo de empreendimento, dos quais podemos destacar o EIA RIMA e a compensação ambiental. O consórcio que visa administrar tal empreendimento é a NOVA ERA GESTÃO AMBIENTAL LTDA, empresa do Rio Grande do Sul, a qual apresentou o projeto da estrutura a ser instalada, bem como todos os dados da área.

        A compensação ambiental é uma das maiores preocupações, porque é de suma importância saber quem vai arcar com o Passivo Ambiental, após os quarenta anos de utlilização do local. Este empreendimento abrangerá os seguintes munícipios: Cacoal, Pimenta Bueno, Ministro Andreazza e Espigão d'Oeste, mas o prefeito de Pimenta Bueno solicitou que sejam acrescidas as cidades de São Felipe e Primavera, tais alterações são possíveis pois poderá haver um aumento na quantidade de resíduos em até 25%.

        Toda essa preocupação em regularizar a situação dos resíduos urbanos, é em função de que as prefeituras tem um prazo para que isso seja feito, prazo esse que findará no ano de 2012. Mas, muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre a diferença de lixão e aterro sanitário, segue uma breve descrição sobre cada um:

        Lixões: Lixão é a disposição final de lixo sem qualquer tratamento. É o meio que mais causa danos ao homem e ao meio ambiente e - pasmem! - é o mais usado no Brasil!

        Mais de 90% do lixo em todo o país é jogados ao ar livre. Essa lixarada toda traz vários problemas. Primeiro, junta bichos que podem causar doenças e até epidemias, como ratos, baratas, moscas e mosquitos. Depois, causa um cheiro absolutamente nojento, que maltrata tanto a população quanto o turismo, se for uma cidade que vive disso.

        Muito grave também é o fato de que a decomposição do lixo gera o chorume, um líquido que contamina o solo, o ar e os recursos naturais de água. Ou seja, as populações mais ou menos perto dos lixões podem estar bebendo e usando água contaminada, sem saber! Como os lixões não são controlados nem medidos por ninguém, qualquer pessoa ou empresa que não raciocina muito bem pode jogar ali resíduos perigosos, como lixo hospitalar, produtos radioativos ou muito tóxicos, que deveriam ter um tratamento especial.

        O lixão a céu aberto também atrai catadores de lixo (adultos e crianças que se contaminam com doenças variadas!) e animais domésticos, que comem aqueles restos. Disponível em: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/meio-ambiente-reciclagem/lixao.php, acesso em 25/10/2011.

        Aterros sanitários: Aterro sanitário é uma espécie de depósito onde são descartados resíduos sólidos (lixo) provenientes de residências, indústrias, hospitais e construções. Grande parte deste lixo é formada por não recicláveis. Porém, como a coleta seletiva ainda não ocorre plenamente, é comum encontrarmos nos aterros sanitários plásticos, vidros, metais e papéis.

        Os aterros sanitários são construídos, na maioria das vezes, em locais distantes das cidades. Isto ocorre em função do mal cheiro e da possibilidade de contaminação do solo e     de águas subterrâneas. Porém, existem, atualmente, normas rígidas que regulam a implantação de aterros sanitários. Estes devem possuir um controle da quantidade e tipo de lixo, sistemas de proteção ao meio ambiente e monitoramento ambiental.

        Os aterros sanitários são importantes, pois solucionam parte dos problemas causados pelo excesso de lixo gerado nas grandes cidades. Disponível em: http://www.suapesquisa.com/o_que_e/aterro_sanitario.htm, acesso em 25/10/2011.

        Estiveram presentes o professor e idealizador dessa Associação, Prof. Ms. Francisco Vieira, a Srª Eliana Vieira (editora do site da Associação)  a presidente da Associação Enizabete (redatora do site da Associação), Jorge (secretario do Meio ambiente de Cacoal) e diversos morados de Pimenta Bueno e região. De acordo com o professor Francisco "esse tipo de evento deve ter sempre a participação de boa parte da sociedade, pois é um empreendimento que vai atingir uma quantidade muito grande de pessoas, além de causar grande impacto ambiental", finalizou dizendo que está satisfeito com o resultado.

        Eu, Enizabete vejo que as audiências públicas são formas de exercermos a nossa cidadania, saí satisfeita com o que vi e ouvi, muitas pessoas serão beneficiadas, pois os resíduos não podem ser colocados em locais inadequados, isso provoca doenças e perdas incalculáveis para as cidades, como exemplo, desvalorização dos terrenos próximos aos lixões, problemas para os aeroportos, sem contar o mal cheiro e o chorume que vai para o lençol freático. Mas, quero deixar claro que os resíduos hospitalares não serão destinados para esse aterro, mas deverão ser coletados por empresas específicas para tal fim, e serão incinerados (queimados) em fornos próprios para isso.

Enizabete Barbosa - Presidente da Ong.


Fonte: ONG Ipe Roxo

 

27/10/2011

 


Real Time Analytics Traffic web 888.com Betsson Casino bonuses William hill bingo Web Analytics